Vitaminas e Minerais

Por Caue dezembro 4, 2019 0

Vitaminas e minerais são nutrientes necessários ao organismo e devem ser ingeridos diariamente. Esses nutrientes são encontrados nos alimentos em pequena quantidade, mas indispensáveis para o funcionamento normal do organismo.

As vitaminas são agentes catalizadores das reações químicas que se processam no organismo. Da mesma forma os minerais, que são utilizados pelo organismo em pequenas quantidades participam das reações químicas do corpo e sua falta ou deficiência pode atrapalhar as funções. Apresentamos as principais vitaminas e minerais. 

Além das vitaminas que podem ser ingeridas através de alimentos, é possível ingerir colágeno tipo 2 e também magnésio por meio de um incrível suplemento que auxilia nas articulações, entre outras áreas. A grande dúvida é se Flexx Mais funciona, e a resposta é sim, há diversos depoimentos positivos de quem já o utilizou.

VITAMINA A

A vitamina A é essencial para a visão humana, mantém a saúde da pele, dos cabelos e das mucosas em geral. É encontrada na cenoura, espinafre, peixe, brócolis e verduras verdes, etc.

VITAMINA B1

A vitamina B1 é essencial para a multiplicação celular, ajuda na eliminação de substâncias inúteis ao organismo, estimula o apetite, favorece o desenvolvimento físico e regula o sistema nervoso. É encontrada no arroz integral, amendoim, aveia, farinha de arroz, feijão, castanha-do-pará, etc.

VITAMINA B2

A vitamina B2 preserva as mucosas, participa do metabolismo das proteínas e dos carboidratos, da formação do hormônio do crescimento, da insulina, tiroxina e crescimento fetal. É encontrada no arroz integral, carne, milho, brócolis, espinafre, etc.

VITAMINA B6

A vitamina B6 age sobre as células nervosas e sobre os tecidos da pele e dos vasos. As fontes são as mesmas das duas anteriores. A vitamina B12 age como coenzima na síntese dos ácidos nucléicos, proteínas, produção de glóbulos vermelhos. Fontes: cereais integrais, carne, batatas, leite, verduras verdes, etc.

VITAMINA C

A vitamina C é essencial a produção da cortisona, no metabolismo dos aminoácidos, aumenta a elasticidade arterial, resistência capilar e outras ações. Fontes: legumes, laranja, acerola, limão, abacaxi, espinafre, caju, goiaba, etc.

VITAMINA E

A vitamina E é responsável pelo fortalecimento do sistema muscular e reprodutor. Previne doenças graves. Fontes: Germe de trigo, abacate, amendoim, banana, etc. Acrescentamos que muitos minerais como ferro, cobre, cloro, iodo, magnésio, selênio, zinco, chumbo, todos em pequenas proporções são importantes para o organismo. Essa é a razão de num processo de emagrecimento, haver a necessidade de se fazer um cardápio diversificado para contemplar todos os nutrientes.

Alimentação adequada para quem tem labirintite

Por Caue maio 2, 2019 0

A labirintite é um distúrbio que provoca tontura, e muitas vezes zumbido nos ouvidos, enjôos e vômitos, surdez momentânea, palpitações e suor frio. O labirinto é uma estrutura que fica dentro do ouvido e seus distúrbios são chamados labirintite.

Fica difícil explicar suas causas, já que são mais de 300 os motivos que levam ao problema. Além dos tratamentos e da importância em se investigar as causas da labririntite, que pode estar associada a outro problema de saúde, a alimentação deve também ser observada. Veja algumas dicas de alimentação adequada para quem tem labirintite.

O açúcar e a labirintite

Para quem tem o problema e é fã de doces, vai uma notícia desagradável: o açúcar em excesso ajuda a piorar o quadro. Isso acontece porque em excesso, o açúcar pode interferir no funcionamento do labirinto, o que pode resultar em mensagens equivocadas dele ao cérebro.

É bom lembrar que não é só nos doces, bolos e chocolates que está o açúcar, mas também em produtos feitos com farinha branca.

Sal e a labirintite

O sal é outro vilão para quem tem labirintite. Isso porque o fato dele aumentar a pressão nos vasos, dificulta a chegada de sangue ao interior da orelha, o que pode causar as crises.

Cafeína e bebidas alcoólicas

Bebidas com cafeína como café, alguns refrigerantes e chás são estimulantes do labirinto devem ser evitados ou consumidos com moderação. As bebidas alcoólicas também tem efeito estimulante no labirinto.

Bons hábitos alimentares

Além de evitar os alimentos que estimulam as crises, é necessário se alimentar de três em três horas. Também é imprescindível beber muita água, no mínimo dois litros por dia.